Logo lafe

Vacina HPV: O que é, Onde tomar e mais

de undefined de undefined

O HPV é uma sigla em inglês que se refere ao Papilomavírus Humano. Trata-se de um grupo de vírus altamente contagiosos, mas muitas pessoas podem não apresentar nenhum sinal ou sintoma ao contrair o HPV.

Essa doença é considerada como a Infecção Sexualmente Transmissível com maior recorrência, e pode acometer a pele e outras regiões do organismo dos pacientes, desenvolvendo verrugas e até mesmo câncer.

A vacinação contra o HPV estimula a produção de anticorpos e garante proteção contra essas infecções e doenças sexualmente transmissíveis, evitando não apenas o aparecimento de lesões na pele, mas também o desenvolvimento do câncer de colo de útero, que é o segundo câncer mais comum entre as mulheres.

Quem deve tomar a vacina contra HPV e em que idade?

O mais recomendado é que todas as pessoas acima dos 9 anos de idade façam a aplicação da vacina de HPV Nonavalente. No entanto, podemos especificar que as idades mais indicadas para a aplicação da vacina são, nas mulheres, entre os 9 e os 45 anos de idade e, nos homens, na mesma idade.

Por que a vacinação contra HPV é especialmente importante em adolescentes e jovens?

É na adolescência e juventude que as pessoas começam a iniciar a vida sexual, e o ideal é que a vacina contra o HPV seja administrada antes da exposição ao vírus. Como antes dessa fase a prática de atividade sexual não é comum, a aplicação nesse momento reduz o risco da exposição prévia ao vírus e garante que a vacina forneça sua melhor proteção.

A vacinação contra HPV previne apenas o câncer de colo do útero?

A vacina foi desenvolvida para proteger os pacientes do HPV, principalmente contra aqueles subtipos desses vírus associados ao câncer. Portanto pode prevenir o câncer em outras localizações que não o colo do útero, como ânus, vagina, etc.

Quais são os efeitos colaterais da vacina contra HPV?

Podemos considerar como possíveis efeitos colaterais após a aplicação da vacina:

  • Dor, vermelhidão e inchaço no local de aplicação;

  • Febre;

  • Mal estar;

  • Náuseas;

  • Vômitos.

A vacina contra HPV é eficaz em pessoas que já tiveram algum tipo de infecção por HPV?

A vacina em pessoas que já tiveram contato com o vírus pode ter sua eficácia variada, dependendo do tipo de HPV com o qual a pessoa teve contato e se ela já desenvolveu imunidade natural a esse tipo.

Entretanto, a vacina pode ser eficaz na prevenção de outros subtipos de vírus, além de reduzir a chance de o paciente desenvolver consequências graves.

A vacina contra HPV pode ser administrada em conjunto com outras vacinas?

Quando for atualizar a carteira de vacinas, o paciente pode aplicar a vacina contra o HPV junto à outras vacinas necessárias sem que isso cause interferências na resposta de anticorpos a qualquer uma das vacinas.

Mas é importante apenas ressaltar que, caso seja necessário a aplicação de mais de uma vacina, o profissional de saúde deve trocar as agulhas e seringas a serem utilizadas e o local de aplicação não deve ser o mesmo.

Atualize suas vacinas com o LAFE!

Ao manter seu cartão de vacinação atualizado, você aumenta a expectativa de vida individual e coletiva, protegendo também quem você ama.

Com o LAFE, laboratório referência em saúde, você e sua família podem tomar qualquer vacina no conforto de casa ou no local de sua preferência, bastando apenas agendar nosso serviço de atendimento domiciliar.

Se você estiver no Rio de Janeiro, também pode tomar suas vacinas na unidade mais próxima de você.

Caso precise de ajuda ou queira agendar sua vacinação, entre em contato com nossos atendentes e tire todas as suas dúvidas, como convênios atendidos, valores e muito mais!

Agende agora mesmo nos Laboratorios LAFE e ajude seu sistema imunológico a se proteger.


Para mais informações ou agendamento, acesse nossa página

Compartilhe: